As cidades estão cada vez mais congestionadas, o que deve ser feito para melhorar isso?

quinta-feira, 26 de abril de 2012

CONDIÇÕES ADVERSAS





Todo bom condutor deve estar plenamente ciente da influência das condições adversas na condução do veículo. São várias as condições adversas trabalhadas pela Direção Defensiva, mais inicialmente vou comentar sobre a condição adversa da iluminação.
Por exemplo: Dirigir a noite é a mesma coisa que dirigir durante o dia?
Claro que não. Em primeiro lugar, durante noite a nossa visibilidade é limitada ao alcance dos faróis, por isso a incidência de atropelamentos e colisões com animais é muito maior. O ofuscamento é freqüente por conta dos veículos no sentido contrário, e para piorar um pouco mais alguns mal educados ficam com o farol alto. Outro ponto de vital importância na condução noturna é o cansaço físico. Será que uma pessoa que trabalhou ou que teve outras atividades durante o dia estará em plenas condições físicas para dirigir com segurança à noite? Definitivamente não. Por conta disso muitos acidentes acontecem porque os condutores acabam se entregando ao cansaço e cochilam ao volante. Muitas vezes o condutor percebendo o cansaço acelera mais tentando chegar logo e a probabilidade de acidente aumenta mais ainda.
É necessário dirigir à noite, mas viagens longas são desaconselhadas principalmente para pessoas que não tem costume com este tipo de condução. Se for realmente necessário viajar à noite procure revezar com alguém para diminuir o cansaço ou faça paradas para descansar um pouco. É preferível que o passageiro da frente saiba dirigir e se mantenha atento para auxiliar o condutor quando necessário. Não tenham pressa de chegar e se a situação esta ficando complicada é melhor parar e procurar um lugar para dormir!

Nos próximos dias comentarei sobre outras condições adversas.

Um comentário:

Dina Carvalho disse...

É verdade querido No trânsito todo cuidado principalmente a noite.. é pouco!